CTRL+X - Quem tira conteúdo da internet?
Busca pelo site
Digite uma palavra
Cursos Oferecidos pela Abraji

RSS - Assine para receber as novidades do site



Abraji
on Google+

18/08/16 - 11h08 - Abraji
Justiça de SP culpa fotógrafo por perder a visão de um olho após ser atingido pela polícia


A Abraji se solidariza com o fotógrafo Sérgio Silva, julgado culpado pela Justiça de São Paulo por ter sido atingido por um tiro de bala de borracha e, em consequência, perder a visão do olho esquerdo. A bala foi disparada pela Polícia Militar do Estado de São Paulo, enquanto Silva cobria uma manifestação em junho de 2013.

Na decisão em primeira instância assinada em 10.ago.2016, o juiz da 10ª Vara de Fazenda Pública do TJ-SP Olavo Zampol Júnior afirma que "ao se colocar na linha de confronto entre a polícia e os manifestantes, [Sérgio Silva] voluntária e conscientemente assumiu o risco de ser alvejado por alguns dos grupos em confronto". A sentença indefere o pedido de indenização por danos morais movido por Silva contra o Estado.

Complementando a decisão, Zampol Júnior discorre sobre a importância de jornalistas se precaverem em situações de risco e estarem visivelmente identificados como tais. Omite qualquer responsabilidade do Estado em garantir que profissionais de imprensa exerçam seu ofício de informar a sociedade.

O juiz ignora ainda que 61% dos 98 casos de agressões da Polícia Militar de São Paulo contra profissionais da imprensa em manifestações desde junho de 2013 foram intencionais, ou seja, a vítima estava identificada ou se identificou como jornalista.

O caso de Sérgio Silva não é o primeiro: em setembro de 2014, a 2ª Câmara Extraordinária de Direito Público do TJ-SP também decidiu que o fotógrafo Alex Silveira era culpado por perder 80% da visão de um dos olhos, após ser atingido por uma bala de borracha em 2003.

É deplorável que o Judiciário paulista opte pela impunidade de agentes de segurança que agridem jornalistas. Culpar o fotógrafo por ser cegado equivale a dizer que a vítima de um assalto mereceu ser roubada ou uma mulher, estuprada -- além de ser óbvia ameaça à liberdade de imprensa. A Abraji espera que esse erro seja corrigido em instâncias superiores.

Diretoria da Abraji, 18 de agosto de 2016.


Busca pelo site
E-mail / Usuário

Senha
 
 
   
 

 
 



 



 
 
 






 

INSTITUCIONAL
O que é
Estatuto Social
Diretoria
Comunicados
Parceiros
Privacidade
Copyright
Expediente
SERVIÇOS
Fale conosco
Banco de Currículos
Lista de Discussão
Eventos
NOTÍCIAS
Acesso à informação
RAC
Projeto com estudantes
Noticias da Abraji
Liberdade de expressão
FILIE-SE
Quem pode se filiar?
Quais os benefícios que o sócio da Abraji tem?
Quanto custa?
Como se associar?
 
ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo - [email protected] - (11) 3159-0344 - São Paulo SP